Santiago menos óbvia

Nós gostamos muito de ter morado em Santiago e, olhando para trás, só temos mais certeza de que foi uma ótima escolha deixar tudo para ter essa experiência.
Desde o começo nos interessamos bastante em fazer o que os Santiaguinos fazem. Ficávamos observando tudo neles e buscávamos lugares não-turísticos para explorar.
Como outras pessoas também gostam de fazer esses passeios quando estão de férias em algum lugar novo, decidimos compartilhar essas ideias com vocês. São lugares que os guias turísticos não vão te levar (generalizando, é claro).

Barrio Italia

Italia
Ouvíamos falar desse bairro na TV, mas demoramos bastante para conhecer. É claro que nos arrependemos disso, porque é muito legal! Já até comentei com o Hidenori que se um dia acabarmos voltando para o Chile, devíamos morar nesse bairro!
Tem de tudo: restaurantes, cafés, bares, antiquários, móveis novos, roupas, acessórios, calçados, brechós, decoração, programas culturais, feiras, hotéis etc… Eles tem até um site que dá pra montar seu próprio roteiro para visitar o bairro! www.barrioitalia.com
Dá para ir de metrô, é muito fácil: olha o mapa aqui.
Se você ainda não se convenceu, assista esse vídeo:

Citação especial: visite a loja Despensa 1893. Tem vários tipos de geleia, chá, queijo e vinho. Quase tudo, senão tudo, de produção nacional! É muito interessante e o atendimento é perfeito.

Barrio Franklin

Franklin
Nesse bairro garantimos muitas aventuras! Duvido que você vá encontrar outro brasileiro por lá… É muito interessante para quem gosta de ver o que é histórico e cotidiano para o chileno. Famoso pelos preços baixos, esse bairro é bem antigo e tem vários galpões que antes funcionavam como fábricas e matadeiros mas hoje são mercados persas. Cada um tem um “tema” como roupas, móveis, frutas/verduras/legumes, carnes, queijos/embutidos, eletrônicos, antiguidades e por aí vai. É super movimentado (cerca de 30mil pessoas por dia) e abre todos os dias do ano, exceto natal e ano novo. Aqui você poderá conhecer uma Santiago bem diferente dos cartões postais, que foge daquela cara de “primeiro mundo” que os brasileiros tem em mente quando pensam no Chile. Um lugar riquíssimo em história e cultura.
Também dá para ir de metrô, claro! Olha o mapa aqui.
O que nós achamos mais pitoresco, exótico e divertido foi o Mercado Persa Victor Manuel. É o mais antigo e tem vinis, CDs, livros, móveis, objetos, brinquedos, posters e mais um monte de coisa que é impossível descrever. Com certeza um lugar como nenhum outro nesse país maravilhoso!
Encontrei esse vídeo que mostra um pouco de tudo do bairro:

Vídeo de http://www.plataformaurbana.cl/

Espero que tenham gostado! Ainda temos outras dicas diferentes que traremos outro dia.

Nos conte se você seguiu alguma dessas dicas, OK? Adoraríamos saber!

Audrey

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s